Eu sempre gostei muito de moda, de criar roupas, e depois da faculdade, cursos e pós-graduação, percebi que queria ter uma marca de roupa feminina (simples assim, facinho!). Mas eu não queria ser “mais do mesmo”, ser só mais uma loja de roupas que trabalha na onda do “ctrl c + ctrl v” ou seguir o que “tá todo mundo fazendo”.